quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

É só mais um dia de amor

Continuo a não gostar de datas que não entendo, celebro o amor nos dias que me são queridos na memória e não naquelas que o calendário impõe. Não me enquadro na montra de corações e ofertas de pechisbeque. Decidi assim que este dia será passado com os que se emprestam a mim a fundo perdido. Haverá maior festejo de amor que os vossos braços enleados no meu pescoço, acompanhados de olhos enormes e sorrisos miúdos? Fico com o amor omnipresente, fico com quem me prefere em todas as situações. Fica-me mais barato também, custar-me-á apenas um gelado e um compal.

3 comentários:

  1. É esse o amor maior, sem datas nem obrigações: está porque quer estar.
    Tão bom, Be :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eles dão-se assim, sem obrigações.
      Beijo Blue

      Casa cheia de novo?! :)

      Eliminar

Dá cá bananinhas!