quinta-feira, 7 de maio de 2015

E agora digo o quê?

Quarta é o dia em que vou buscá-lo mais cedo para a terapia ocupacional e deixo-o a seguir no ATL para terminar os trabalhos de casa e volto ao escritório. Conversamos imenso nas nossas pequenas viagens pela cidade, cantamos, fazemos jogos palermas e rimos, rimos muito.
Ontem, quando estávamos a chegar, fazia inversão de marcha mesmo em frente ao infantário e macaquito faz uma pergunta, melhor, ele faz A PERGUNTA:
"Mamã, tu fazes sexo?" ia deixando o carro ir abaixo, fiquei atravessada no meio da estrada , até que tive o discernimento para lhe perguntar onde tinha ouvido aquilo.
"Foi o J. que me perguntou?"
"E tu sabes o que quer dizer?"
"Não!"
"Então mais logo quando chegarmos a casa, falamos sobre o assunto. Mas tens de me prometer que não perguntas isso a mais ninguém, ok?"
"É uma asneira?"
"Não, não é asneira mas não podes andar a perguntar isso às pessoas, prometes?"
"Sim mamã!"
O assunto ainda não voltou a discussão, tendo em conta a trapalhada que fiz sobre a homossexualidade, vou ter de me preparar muito bem para lhe explicar tudo bem explicadinho. 

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu também sorri, após o choque inicial :)

      Eliminar
  2. ME-DO...eu ainda só estou à espera da pergunta " de onde vêm os bébés"!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E essa é a resposta que lhe vou dar mas a pergunta foi tão pessoal que o cérebro parou!!

      Eliminar
  3. Carais... Conta-nos tudo hã! (Estes putos pregam-nos cada susto... :DD)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D fiquei branca como a cal! Depois ri-me sozinha...

      Eliminar
  4. essas perguntas são sempre constrangedoras...
    o melhor é dizer logo que sim! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas se ele nem sabe o que é!! Se bem o conheço ficando curioso, vai fazer perguntas a todas as pessoas que lidam com ele. Vale mais explicar-lhe o que é e depois esperar para ver.
      Bem vindo/a

      Eliminar
  5. A ideia é ir respondendo de forma simples às perguntas que vão surgindo. Uma de cada vez. Acredita que informação a mais confunde. Diz "sim, faço". E espera! Depois lidas com a seguinte.
    Boa sorte!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana pela sugestão, é optima. A conversa ainda não surgiu de novo, optei por não puxar eu o assunto. Até porque já sei como começou e ele não sabe do que está a falar.

      Eliminar

Dá cá bananinhas!