segunda-feira, 14 de maio de 2018

Nunca deixarei de me rir

Domingo passado foi a primeira comunhão ou "comunião", segundo macaquito (o que faz algum sentido...) da minha sobrinha. Eu não pude estar presente mas o relato dos acontecimentos chegou rápido, especialmente o do final da cerimónia, quando macaquito roubou o microfone da mão do padre e aconselhou todos os "comuniados".
-Desejo a todos um resto de bom dia, espero que tenham gostado e não se esqueçam de portar bem, fazer os trabalhos de casa e ajudar o senhor padre na igreja!
E depois o senhor padre tentou dar-lhe um abraço mas já não conseguiu porque ele raspou-se assim que percebeu que a avó estava a levantar-se para ir embora. 
Ela diz que não mas eu penso que estava a fingir que não o conhecia.

4 comentários:

  1. O macaquinho é que sabe! É assim mesmo. Cá para mim o padre estava a demorar muito e ele resolveu dar uma mãozinha 😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele está sempre disposto a acelerar as missas, houve uma vez em que interrompeu a missa para fazer uma pergunta "Senhor padre, pode fazer a missa mais depressa que eu estou cheio de fome e quero ir lanchar?" :D

      Eliminar
  2. Nao consigo escrever mais do que um abraço, virtual e anónimo, é certo, mas sentido.
    Um beijo, doce Be.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida flor, um beijo de volta.

      Eliminar

Dá cá bananinhas!